SESSÃO ZUMBI: WHITE ZOMBIE IS UNDEAD!

Por Lyra Libero 27 de maio de 2011 Editar postagem


Os olhos são grandes, assustadores. O cabelo espetado para cima orna com o rosto branco, de sobrancelhas arrepiadas. Bela Lugosi entrou em cena.

Muito convenientemente, existe uma música para o ator Bela Lugosi, considerado um gênio do terror dos anos 1920 e 1930. Na canção da banda Bauhaus, gênero gothic wave dos anos 1980, uma voz sussurra “Bela Lugosi is dead... undead!”. Sim, pois o ator húngaro que foi um dos melhores Conde Drácula do cinema, também foi quem protagonizou o primeiro filme de zumbi da história.
Depois de “A Ilha da Magia”, os zumbis passaram a despertar o interesse das pessoas timidamente, sendo primeiramente retratados na peça “Zombie”, de 1932, um fracasso de crítica, mas que preparou o terreno para a grande investida zumbi de Hollywood. Dois irmãos cineastas perceberam o potencial do mais novo monstro da literatura, e, investindo na idéia de vodu e magia para a zumbidificação, os diretores Victor e Edward Halperin levaram “The White Zombie” (1932) para os cinemas. Apesar do famoso ator Bela Lugosi estar no filme, foi uma obra independente e arriscada, mas que angariou um inesperado sucesso.

Zumbi Branco conta a história de um casal americano que vai até a longícua ilha do Haiti visitar seu benfeitor. Descobrem um lugar cheio de feiticeiros e os chamados zumbis, pessoas escravizadas que tiveram seus corpos sem alma roubados por magia. Logo, descobrem que seu anfitrião, Beaumont, está apaixonado pela mulher, e contrata o terrível dr. Legendre (Bela Lugosi) para zumbificar Madeleine, a esposa americana.

A estrela do filme é Lugosi, e não se engane pela suavidade aparente do enredo: é um filme pura e simplesmente de terror. A zumbi Madeleine caminha com o rosto vidrado, o cabelo claro se mistura à pele branca e ela usa um estranho manto também alvo. Mas ela é a única zumbi do filme a parecer um simples espírito; os demais zumbis são praticamente corpos reanimados horripilantes, sempre cambaleando sob a penumbra, como é comum nos filmes desse período, que primavam muito mais pelo mistério do que por sangue e vísceras em sua estética . Depois de assistir, se prepare: você com certeza verá aqueles olhos de Lugosi/Legendre dentro de você, e por muito tempo.


Poster e imagem dos zumbis de White Zombie.

Veja o filme aqui:
Fontes: O Livro dos Mortos (Jamie Russel), Wikipedia, Pipoca Cine.
Foto
Autora
Lyra Libero, jornalista em jaqueta de couro, insomaniac, com banda de rock e leves tendências a filme b. Assina na coluna Sessão Zumbi. Saiba mais...
Feed Delicious Digg Facebook Twitter Orkut
  • Leia o artigo antes de chegar aqui.
  • Comentários com críticas construtivas, elogios e sugestões sempre são bem vindos. Mas educação é bom e aqui também é necessário. Se você não concorda com alguma coisa, saiba como fazê-lo.
  • NÃO ESCREVA EM CAIXA-ALTA.
  • Não coloque o link do seu blog dentro do comentário ou qualquer outro link, pois ele será editado ou apagado.
  • Os autores se reservam do direito de excluir comentários ofensivos, com palavrões, spam ou anônimos e de editá-los sem nenhum aviso prévio.
  • Não escreva em internetês, com miguxês ou com erros bizarros de Português.
  • 2 Comentários

    um doutor especializado em zumbificação. os egípicios ficariam com inveja. precisamos ver todos esses filmes.

    hahaha verdade!

    Postar um comentário

    ATENÇÃO, HUNTER!


    Para que a interação no blog seja a melhor possível, tenha em mente as seguintes regras:
    - Não poste como anônimo, pois seu comentário será EXCLUÍDO. Logue-se em algum sistema ou deixe nome e URL, que pode ser o seu Twitter;
    - Não ofenda, não use palavras de baixo calão, não escreva com miguxês, internetês e similares. Escreve no bom Português;
    - Isso aqui não é uma Democracia nem a casa da mãe Joana, pois comentários que estejam fora do assunto do blog, que venha com links, spam ou qualquer outra coisa que não esteja nos conformes, será EXCLUÍDO;
    - Não deixe seus links aqui. Isso não é página de recados;
    - Nossas postagens estão protegidas, leia a nossa Licença;


    Obrigada!