Review: Resident Evil: Operation Raccoon City

Por Sâmela 24 de maio de 2012 Editar postagem

Olá Hunters! Após um tempinho sem aparecer aqui estou eu! E para a infelicidade do Romero eu não virei zumbi. Só matei muitos deles em Resident Evil. Mas isso foi porque  RE: ORC finalmente saiu para PC e eu consegui jogá-lo. Minha vida se resume a matar zumbis desde o dia 18. Deixo minha parte fã de lado para poder mostrar minhas opiniões, elogios e críticas. Esse jogo está sendo muito polêmico, pois alguns o amaram e outros o odiaram. E antes de formarem suas opiniões sobre o jogo, por favor, joguem! Agora deixa de conversa e vamos para o que interessa.



  • Primeiramente, os bugs. Eu encontrei uns 3 tipos diferentes enquanto jogava a campanha principal. Um os personagens ficavam tremendo durantes alguns segundo, mas depois tudo voltava ao normal. Outro o jogo simplesmente travava e eu era obrigada a fechá-lo (mas aí eu acho que já é culpa do Alt + Tab, mas vai saber). E o mais recente que eu presenciei foi as IAs atirando nas paredes e correndo para lugares incendiados (pode ser bem engraçado se você tiver problemas mentais como eu). Não percebi nenhum bug nos modos multiplayers, mas eu ainda não tive tempo para jogá-los por mais de 2 horas.


  • História: A história é bem simples. Você foi enviado pela Umbrella para eliminar todas as evidências que liguem a empresa ao desastre biológico, mas a trama vai se tornando mais interessante ao passar dos capítulos. Temos traição em dose dupla ou tripla dependendo do final que o jogador escolher. Nicholai trai sua equipe, a Umbrella te deixa para trás e no final você pode trair a Umbrella e se vingar ou continuar do lado dela e sofrer para matar o Leon. A aventura, é claro, não faz parte da cronologia dos jogos.


  • Trilha sonora: Achei a trilha sonora muito boa, mas tem um problema: A continuidade. Em certos momento a música simplesmente acaba e começa a tocar de novo. Trilha sonora de games não pode fazer isso. Na batalha final por exemplo, tem uma música super legal, mas que fica terminado e começando toda hora, o que faz com que o momento perca um pouco do seu, digamos assim, charme.


  • Gráficos: Achei os gráficos do jogo bem medianos (pelo menos no PC). Poderiam ser melhores, mas não é nada que interfira gravemente na avaliação.


  • Jogabilidade: Não sou fã de shooters pelo motivo dos controles serem complicados e possuírem 487665 botões para cada ação. Achei os controles do jogo bem simples e gostei da possibilidade de poder usar qualquer objeto grande o bastante para cobertura. Tem a mesma mecânica de SOCOM, caso alguém já tenha jogado. Não tive o que reclamar da IA. Fora os bugs, elas avançavam na hora certa e me davam cobertura quando necessário. Se deixar as IAs sozinhas, elas passam quase o jogo todo pra você (se os bugs não atrapalharem).


Conclusão: O jogo não é excelente, mas para os fãs, ver os cenários do segundo e do terceiro jogos nos gráficos de hoje é muito legal, além de todas as referências dentro do próprio game. Ele merece seus 6.5, mas nota menor que 5 já é covardia. A proposta foi de ser um shooter, e ele cumpriu com ela. Se quer comprá-lo esperando jogar um Resident Evil, não compre. Mas se curtir um shooter e curtir Resident Evil, eu recomendo.


Foto
Autora
Sâmela Sobrevivente de Raccoon City, Ilha Rockfort, Amparo e vários outros incidentes envolvendo armas biológicas. Fanática por Resident Evil, tento passar meu conhecimento pela série e trazer novos recrutas para a tropa. E lembrem-se, Wesker está observando vocês.Saiba mais...
Feed Delicious Digg Facebook Twitter Orkut
  • Leia o artigo antes de chegar aqui.
  • Comentários com críticas construtivas, elogios e sugestões sempre são bem vindos. Mas educação é bom e aqui também é necessário. Se você não concorda com alguma coisa, saiba como fazê-lo.
  • NÃO ESCREVA EM CAIXA-ALTA.
  • Não coloque o link do seu blog dentro do comentário ou qualquer outro link, pois ele será editado ou apagado.
  • Os autores se reservam do direito de excluir comentários ofensivos, com palavrões, spam ou anônimos e de editá-los sem nenhum aviso prévio.
  • Não escreva em internetês, com miguxês ou com erros bizarros de Português.
  • Seja o primeiro a comentar!

    Postar um comentário

    ATENÇÃO, HUNTER!


    Para que a interação no blog seja a melhor possível, tenha em mente as seguintes regras:
    - Não poste como anônimo, pois seu comentário será EXCLUÍDO. Logue-se em algum sistema ou deixe nome e URL, que pode ser o seu Twitter;
    - Não ofenda, não use palavras de baixo calão, não escreva com miguxês, internetês e similares. Escreve no bom Português;
    - Isso aqui não é uma Democracia nem a casa da mãe Joana, pois comentários que estejam fora do assunto do blog, que venha com links, spam ou qualquer outra coisa que não esteja nos conformes, será EXCLUÍDO;
    - Não deixe seus links aqui. Isso não é página de recados;
    - Nossas postagens estão protegidas, leia a nossa Licença;


    Obrigada!